O Portugal actual... Governado por incompetentes, demagogos, invertidos e mesmo criminosos. Todos subproduto Abrilino. Todos "democratas" da treta cada vez mais ricos num País cada vez mais miserável, imerso na imoralidade e no crime.

23
Ago 10

 

 

CDS congratula-se com promulgação e lembra que muitos diplomas tiveram "marca" do partido

CDS congratula-se com promulgação e lembra que muitos diplomas tiveram "marca" do partido

 

Lisboa, 23 ago (Lusa) - O CDS-PP congratulou-se hoje com a promulgação pelo Presidente da República do pacote anticorrupção, salientando que parte dos diplomas aprovados têm "a marca" do partido.

 

"Nós vemos com satisfação esta promulgação, concordamos com a promulgação deste pacote, até porque destes oito projetos cerca de metade têm origem, desenvolvimento e a marca do CDS", sublinhou, em declarações à Agência Lusa, o deputado do CDS-PP Filipe Lobo d'Ávila.

 

O deputado democrata cristão elencou, como diplomas com "a marca" do partido, a tipificação do crime urbanístico, para "combater a degradação urbanística" do país, ou a criação do estatuto do arrependido e do direito predial, que visa "romper o pacto de silencio entre corruptor e corrompido".

 

Filipe Lobo d'Ávila destacou ainda, deste pacote anticorrupção, o alargamento das declarações patrimoniais, incluindo gestores públicos, e também o alargamento dos rendimentos declarados, que passa a incluir todo o tipo de depósitos.

 

"Parece-nos que este pacote anticorrupção é um bom contributo da Assembleia da República, são melhores leis, agora importa agora que o Governo possa dar os meios essenciais para que essas leis sejam aplicadas na prática", apelou.

 

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, promulgou hoje os oito diplomas do chamado "pacote anticorrupção", que resultaram do trabalho da comissão eventual criada no Parlamento e que foi acompanhada "com especial interesse" por Belém.

 

"Os referidos diplomas resultaram dos trabalhos desenvolvidos pela 'Comissão eventual para o acompanhamento político do fenómeno da corrupção e para a análise integrada de soluções com vista ao seu combate', que a Presidência da República acompanhou com especial interesse", lê-se numa nota divulgada pela Presidência da República.

 

O pacote de medidas anticorrupção, que representa um consenso e uma síntese de projectos apresentados por todos os grupos parlamentares, foi aprovado por unanimidade em votação final global a 22 de julho.

 

SMA/VAM.

publicado por Admin às 20:01

 

 

Cavaco Silva promulgou pacote anticorrupção

Cavaco Silva promulgou pacote anticorrupção

 

 

Lisboa, 23 ago (Lusa) - O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, promulgou hoje os oito diplomas do chamado "pacote anticorrupção", que resultaram do trabalho da comissão eventual criada no Parlamento e que foi acompanhada "com especial interesse" por Belém.

 

"Os referidos diplomas resultaram dos trabalhos desenvolvidos pela 'Comissão eventual para o acompanhamento político do fenómeno da corrupção e para a análise integrada de soluções com vista ao seu combate', que a Presidência da República acompanhou com especial interesse, lê-se numa nota divulgada pela Presidência da República.

 

O pacote de medidas anticorrupção, que representa um consenso e uma síntese de projectos apresentados por todos os grupos parlamentares, foi aprovado por unanimidade em votação final global a 22 de julho.

 

VAM.


13
Ago 10

Recebido por mail e publicado a pedido:

 

 


Ex.mos srs. responsáveis do blogue "Cleptocracia Portuguesa", o primeiro texto que se segue resulta de uma denúncia feita ao e publicada por "O Primeiro de janeiro" em 11 de Agosto de 2010.

 

Empresa Securitas diz que as formações não são garantia de colocação

 

Vigilantes à espera do emprego prometido

 

A formação da Securitas para vigilantes do Aeroporto do Porto deixa 50 pessoas sem emprego. A empresa nega promessa de colocação.

Isabel Pinto

 

 

Meia centena de vigilantes, formados pela Securitas, empresa que assumiu, em junho deste ano, funções no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, 'continua à espera do emprego que lhes foi prometido',


'Entre meados de Fevereiro e finais de Maio, a Securitas procedeu a várias acções de formação no Porto com o objetivo de formar aproximadamente 200 agentes aeroportuários. As acções consistiram num primeiro curso de cinco dias, que daria aos aprovados o acesso ao cartão profissional (MAI), seguido de outro mais específico às funções relacionadas com o Aeroporto Sá Carneiro', denunciam os vigilantes, em comunicado enviado a O PRIMEIRO DE JANEIRO.


Nestas formações participaram, 'em número mais reduzido, aeroportuários da Prosegur, que pretendiam manter o seu lugar no aeroporto, outros eram vigilantes de uma ou outra empresa deste ramo à procura de melhores condições e pessoas em situação de desemprego',
Após os cursos, 'a todos os participantes foi garantido emprego/colocação desde que fizessem as formações com sucesso', e, 'os aprovados, foram informadas que seriam colocadas ao serviço logo no início do mês de junho',


Assim, acrescenta o comunicado, 'foi «aconselhado» a quem tivesse algum outro emprego que fosse preparando atempadamente a sua saída ou perderia a oportunidade de integrar a Securitas',


No entanto, a 'garantia de emprego como agente aeroportuário logo nos primeiros dias de junho', não se veio a verificar, pelo que 'a grande maioria dos formados está sem emprego, não lhes sendo dado sequer qualquer expectativa de colocação ou integração na empresa',


Aos formados que 'se têm inteirado da situação perante a Securitas têm sido dadas respostas que nada explicam, uma fuga total ao assumido meses antes', reforçam os vigilantes, considerando que 'há aqui uma dose enorme de injustiça, falta de ética e de irresponsabilidade',

 

Securitas nega acusações


Confrontada com a posição dos formados, a Securitas negou todas as acusações, sublinhando que 'as pessoas fizeram parte de um grupo que só recebeu formação para eventual seleção, mas às quais nunca foi garantido um emprego',


'Foram formadas 220 pessoas, mas, para cumprir contrato com o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, apenas foram selecionadas 170. Nunca ninguém garantiu que a formação implicava a seleção para as funções em causa', afirmou, a O PRIMEIRO DE JANEIRO, o director de marketing da Securitas, Firmino Fonseca.


Para o responsável, 'o que aconteceu foi que algumas pessoas assumiram um risco, ao desvincularem-se de outros empregos, sem garantia que podia ser incluídas todas',


'Não houve qualquer compromisso assumido pela Securitas', reforçou Firmino Foseca, apenas 'foi dada formação a um número maior de pessoas do que necessário',


'Sensibilizada para a situação', a Securitas está, assim, 'a proceder à gradual colocação dos que ficaram de fora ': 'Já conseguimos emprego para seis pessoas com outros clientes e, a breve prazo, mais cinco pessoas estarão a trabalhar',


'Estamos cientes desta situação e, de acordo com as necessidades dos mercados, tentaremos integrar todos os elementos do grupo', assegurou o diretor de marketing.
Firmino Fonseca aproveitou ainda para lembrar que, 'dos 170 colocados no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, cerca de 40, por pedido da ANA, eram da Prosegur, a anterior empresa de vigilância do aeroporto, e três elementos transitam da Securitas',


'Os restantes são desempregados de longa duração, antigos funcionários da Qimonda, por exemplo, que estavam em situações familiares muito complicadas', conclui.

 

Aeroporto do Porto. Apenas 170 de 220 pessoas que receberam formação da Securitas assinaram contrato

 

D.R.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

OBSERVAÇÔES PESSOAIS!!!

 

Após lêr finalmente na comunicação social algo sobre este assunto a meu vêr vergonhoso que envolve a Securitas, não poderia deixar passar tal oportunidade, pois também sou uma das muitas pessoas formadas e devidamente aprovadas nas duas formações obrigatórias para o cargo de Vigilante Aeroportuário, de deixar a minha opinião e desmascarar desde já as mentiras  e inconsistências apresentadas pela Securitas como justificação.

 

Primeiro, não é meia centena dos formados nos Cursos de Vigilante Aeroportuario, que continua sem colocação, mas bem mais do dobro, pois só da minha turma eramos uns 30 e se entraram 2 ou 3 senhores/as foi muito e entraram porque já eram Aeroportuários da Prosegur.

 

Segundo o que li no Primeiro de Janeiro e passo a citar as frases de um responsável da Securitas pelo que percebi, o director de marketing da Securitas, Firmino Fonseca à sra. jornalista do Primeiro de Janeiro:

 

'as pessoas fizeram parte de um grupo que só recebeu formação para eventual seleção, mas às quais nunca foi garantido um emprego'
Isto é uma grande mentira e a Securitas sabe-o bem, o sr. director de marketing anda desinformado.
A selecção para a formação foi feita através de testes psicotécnticos e de um ditado e só quem passou nessa selecção começou o primeiro Curso de Formação. Sublinho, algo que a Securitas nega, nas formações foi sempre dito aos actuais formados para se aplicarem pois, ficando aprovados seriam garantidamente colocados no Aeroporto através da Securitas, há dezenas de testemunhos.

 

Continuando a citar o que li:

 

 'o que aconteceu foi que algumas pessoas assumiram um risco, ao desvincularem-se de outros empregos, sem garantia que podia ser incluídas todas'...'Não houve qualquer compromisso assumido pela Securitas'.
Isto é uma mentira total e absoluta!!! Posso afirmar com 100% de certeza que várias pessoas, foram, durante a própria formação (e conheço pessoalmente algumas que estão revoltadissimas), alertadas para irem tratando da saída das empresas em que laboravam de forma a estarem totalmente disponíveis a partir de 1 de Junho, ou ficariam impossibilitados de ingressarem na Securitas, num `bom posto de trabalho´.


A formação para Vigilante Aeroportuario foi composta por duas formações distintas mas somadas, (uma primeira de 5 dias úteis do Curso Geral de Vigilante que permite aos aprovados terem acesso ao cartão MAI e exerceram legalmente a função de Vigilante).
Uma segunda de Vigilante Aeroportuario mais apropriada ao meio que iriamos integrar (com um número semelhante de dias que incluiam no final testes escritos e práticos, como revistas físicas e uso de aparelho de raio X).
Após aprovação nestes dois testes e de imediato nos exames médicos, todos foram mandados apresentar certificados das habilitações literárias, dois certificados diferentes do registo criminal (que custaram cerca de 7 euros) fotografias tipo passe, elementos referentes à segurança social e fiscais, todos esses documentos foram preenchidos e deixados nas instalações da Securitas no Porto sempre com a informação da chamada ao serviço no início de Junho, posso inclusive dizer que cheguei a ouvir que ninguém de formação nenhuma passaria a primeira semana de Junho sem estar colocada!!! Saiba-se também que a última formação terminou já em fins do mês de Maio, pelo que me foi informado e confirmado.

 

Quando a Securitas começou a desempenhar as funções no Aeroporto não colocou quase ninguém, das formações, apenas tiveram entrada garantida os antigos Aeroportuários da Prosegur e alguns já Vigilantes, de cada turma de 30 formados, e foram várias de Fevereiro a Maio, foram colocadas 3 ou 4 pessoas, pelo que muitos dos selecionadas, os "maçaricos" estiveram sujeitos a turnos de 13 horas seguidas, colocando-lhe sérias dificuldades em pausar uns minutos para comer ou até ir ao wc, parece exagerado ou inumano não é? -Mas assim aconteceu!!!
Isto resultou na desistência quase imediata de alguns elementos dos mais jovens (aqueles que não precisam tanto trabalhar).

 

Continuando a citação:


'dos 170 colocados no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, cerca de 40, por pedido da ANA, eram da Prosegur, a anterior empresa de vigilância do aeroporto, e três elementos transitam da Securitas'
Aqui há qualquer coisa que não está bem... Então a Securitas não disse aos actuais formados aquando das formações para não se preocuparem que os Aeroportuáros da Prosegur não iam ser ameaça aos seus futuros postos de trabalho, pois só seriam integrados na Securitas os que participaram na formações e que nem eram muitos? -Ou também não se lembram disso? -Muita má memória nesse caso.

 

Citando:


'Os restantes são desempregados de longa duração, antigos funcionários da Qimonda, por exemplo, que estavam em situações familiares muito complicadas'
Estou estupefacto, então eu e por exemplo quatro pessoas com quem falei ainda nestes dias, que foram formadas na Securitas e que continuamos a aguardar colocação devemos estar entre os muitos esquecidos, pois estamos desempregados de longa duração e a perder a qualquer momento o subsídio, será por não termos trabalhado na Quimonda?

 

Termino com a exposição de uma atitude que a Securitas já teve com elementos que têm sido mais insistentes no que toca a saberem de quando a sua integração e que se calhar o sr. director de marketing da Securitas também "desconhece"?... são habilmente afastados, um caso que típico é comunicarem que "reprovou nos exames médicos, por isso não será mais chamado" isto a pessoas saudáveis que foram aprovadas nesses exames básicos tempos antes, antes que o neguem lembrem-se que essas pessoas estão por cá, bem vivas saudáveis e podem testemunhar o caso.


Agradecia ao "Cleptocracia Portuguesa" que dispensa-se alguma atenção a esta injustiça que tem prejudicado dezenas e dezenas de trabalhadores, sem direito ao seu trabalho

 


05
Ago 10

 

Ministério Público abre dois casos de corrupção por dia (DE)

 

 

O distrito judicial de Lisboa já abriu 261 inquéritos este ano. Só no DIAP de Lisboa, dirigido por Maria José Morgado, entraram 161 casos.

 

Com a entrada de 261 novos casos de corrupção nos primeiros seis meses do ano, o Ministério Público do distrito judicial de Lisboa investigou uma média de dois novos processos por dia, tendo em conta os dias úteis de seis meses de trabalho. A mediatização dos crimes económicos, o reforço dos poderes das entidades de supervisão e a maior atenção das autoridades para este fenómeno, são algumas das justificações que têm sido apontadas para explicar a intensificação da actividade da justiça.

 

Os dados constam do balanço do primeiro semestre de actividade da Procuradoria-geral distrital de Lisboa (PGDL), consultado pelo Diário Económico. A PGDL é composta por 13 comarcas. Lisboa, Sintra, Almada, Barreiro, Açores e Madeira são algumas das áreas abrangidas pela entidade dirigida pela procuradora Francisca Van Dunem.


04
Ago 10

Recebido por mail.

 

 

Como é conhecido por muitos e até já aqui se leu, a empresa PROSEGUR que procedia com funções de Vigilancia no Aeroporto Sá Carneiro (Aeroporto de Pedras Rubras, Porto) perdeu o concurso para a concorrente SECURITAS que desde inícios de Junho de 2010, passou a desempenhar nesse local as funções da sua antecessora.

 

Entre Fevereiro/Março e finais de Maio deste mesmo ano a SECURITAS formou (em várias acções de formação que se desenrolaram nas suas instalações na cidade do Porto) aproximadamente 200 Agentes Aeroportuários (fala-se entre 170 a 220) uma pequena parte desses actuais formados eram já Aeroportuários da empresa PROSEGUR que pretendiam manter o seu lugar no Aeroporto mudando de empregador, tudo muito bem, outros eram Vigilantes de uma ou outra empresa deste ramo à procura de melhores condições, mas a grande maioria eram pessoas em situação de desemprego, inclusive de longa duração, pessoas com marido/esposa e filhos a quem a SECURITAS garantiu e convém sublinhar a palavra GARANTIU, emprego como Agente Aeroportuário logo nos primeiros dias de Junho. A somar a isto convém referir que pessoas que estavam na altura com trabalhos mais precários, ou a fazer part-time e que viram na SECURITAS uma empresa credível, para um melhor futuro profissional, foram alertadas pela mesma (verbalmente, claro, mas na frente de colegas que o podem testemunhar) a irem tratando das suas saídas desses empregos pois teriam de estar 100% disponíveis logo no início de Junho!!!

 

Vergonhosamente, estamos a 4 de Agosto de 2010 e a grande maioria dos formados está sem emprego não lhes sendo dado sequer qualquer espectativa de colocação ou integração sequer na empresa, pois como é sabido nestas empresas de segurança, apesar das aprovações nas formações, nem que seja com média de 100% o individuo só tem direito ao cartão profissional quando assina contrato com a mesma, até lá não passa apenas de um item suplente em armazém, para ser utilizado apenas quando convier a SECURITAS.

 

Tal atitude não pode ser admitida, principalmente a uma empresa desta magnitude, é uma total falta de respeito por quem se esforça por arranjar trabalho, por quem se aplicou nas formações e a quem a SECURITAS garantiu emprego.

 

Aos formados que se tem inteirado da situação perante a SECURITAS, têm sido dadas respostas daquelas que nada explicam, uma fuga total ao assumido meses antes, e nem tem havido preocupação em integrar essas pessoas em outros cargos de Vigilante, atitude que só ficaria bem a SECURITAS sabendo a mesma que muitas das pessoas em questão, são como se já referiu casadas e com filhos, ou seja pessoas com responsbilidades e que acreditaram nesta empresa.

 

Espero que haja bom-senso e sentido de responsabilidade da Administração da SECURITAS de forma que, cumprindo apenas com a sua palavra, arranje muito rapidamente postos de trabalho para as pessoas que deixou nesta péssima situação, que em nada a dignifica e apenas contribui para a degradação do mercado de trabalho.

 

Miguel

 

 

 

 


BLOG
Image and video hosting by TinyPic
CÓDIGO PARA PARCERIAS
PARCEIROS
Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
Photobucket
Image and video hosting by TinyPic
INFORMAÇÕES ÚTEIS
VHSDVD
Photobucket
PETIÇÕES
Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic
Não aconselhamos o uso do Google Adsense
Image and video hosting by TinyPic
comentários recentes
Os 46 administradores não ganharam sei vezes mais,...
Nao se compreende como estando Portugal numa situa...
Nem tanto ao mar nem tanto à terra. Nem pau duro n...
Grandes Varzeenses..........qualquer dia há mais. ...
Deves ser filho de algum deputado... (Substituir d...
Eu acho que vocês são é uns invejosos, porque não ...
Um carro em leasing fica por várias vezes acima do...
Devias passar fome cm muitos passam, que logo vias...
So o fazem porque "NÓS" deixamos!!!! Porque vergon...
Outro realmente... Não interessa se o preço a paga...
mais sobre mim
pesquisar
 
VISITAS
Contador de acessos
Download Windows Live Messenger Windows Live Messenger
TRADUTOR
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


blogs SAPO